31.5.09

Ravioli Gratinado

"Inegável é o poder reconfortante da macarronada e seus semelhantes.
Lasanha, talharim, espaguete e nhoque figuram entre os mais queridos quando se trata de pacificar a alma. É a terapia das massas, na qual cada formato pode assumir um poder curativo distinto.
As gravatinhas têm jeito de festa, a aletria no chama à ação com seu cozimento rápido, os parafusos se agarram ao molho como nos agarramos aos indícios de que tudo ficará bem, as letrinhas lembram a infância, as conchas transmitem sensação de aconchego…" (Dadivosa)
.
Gosto de ver com que prazer o Joaquim prepara a comida. O cuidado com cada etapa, a concentração...
Cozinhar é um momento que costumamos banalizar, mas que envolve tantos sentimentos bons que deveria ser, sempre, um ritual, uma celebração. Exatamente como ele costuma fazer - e é por isso que fica tudo tão bom.
Ontem ele preparou um ravioli que ficou delicioso! Perfeito para as nossas noites de inverno!
Os ingredientes foram os seguintes:
.
* 2 pacotes de raviolis (ele usou o de carne)
* 1 receita de molho branco
* creme de leite
* queijo parmesão ralado
* queijo mussarela
* queijo lanche
* presunto
* cogumelos
* manteiga para untar o refratário
Ele cozinhou o ravioli al dente, untou a forma e foi colocando tudo em camadas generosas, num prato refratário, para gratinar.
O problema foi esperar o ravioli ficar pronto, mas o Joaquim só tirou do forno quando o queijo estava bem derretido, apesar da minha pressa! Heheheh!


30.5.09

Trapiche

Praia do Laranjal, Pelotas
.

Um amor de pessoa!


A Lúcia é uma querida e me deixou feliz com este post!
Ela começa assim:
"A gente tem que se identificar. Ler, imaginar aquela pessoa, simpatizar. Seja porque o blog é bem escrito, seja porque gostou da imagem da pessoa, seja porque o que se leu é o que se gostaria de ter dito... Há inúmeras razões pra se eleger um blog e colocá-lo no Favoritos."
Daí ela vai citando vários blogs bacanas, entre eles o Suprema Mãe Gaia, da Beth, que eu também adoro!
Lá pelas tantas ela fala o seguinte:
"O blog mais bonito, em matéria de apresentação é o Roccana, da Ana. Ela também é uma pessoa delicada, o blog parece um "doce-de-leite", é bonito visualmente e tem conteúdo."

Bom... Se eu lembrar que, quando criei o Roccana, não sabia nem recortar ou diminuir uma imagem, esse é um elogio que me deixa absolutamente feliz! Porque foi uma trabalheira danada até eu aprender a mexer com fotografias, desde baixar as que eu tirava, da máquina para o computador, e conseguir editar, mexer, modificar!
Quem me ajudava era Kika, até que um dia ela cansou e disse para eu tentar, descobrir como se fazia, enfim, me virar! Foi quando eu comecei a fazer as colagens com as minhas próprias fotos e tomei gosto pela coisa! Heheheh!
O Dude me ensinava a fazer as mudanças que eu queria no template do blog - e eu não tenho a menor noção de html e estas coisas todas! (Era ele quem me salvava quando eu fazia algum estrago!) Até que um dia ele disse essas palavras mágicas: "Mãe, lê"! Me convenceu que os programas eram auto explicativos, que estava tudo alí, na tela, mas que eu precisava "ler"!! Hehehehe!
Tá bom... Eu tinha mesmo uma preguiça mental, combinada com a sensação de que acabaria fazendo um estrago irreversível no meu blog! Meus filhotes é que me fizeram acreditar que eu era capaz de me virar sozinha!
E eis que agora a Lúcia elogia justamente o visual do Roccana!!
Não é para eu ficar muuuuito feliz??

♥ ♥ ♥ Obrigada, Lúcia!! Amei!!

Cativar



" Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. "

"Dizem que essa frase é de Saint Exupery — e que está n´O Pequeno Príncipe. Mas eu não consegui encontrá-la no original em francês. É uma frase com sonoridade belíssima em português, e impressiona por isso. Mas tem um sentido muito questionável.
A palavra-chave para seu entendimento é "cativas". Se tomarmos o verbo "cativar" significando "conquistar a simpatia" ou seduzir, a frase se torna simplesmente ridícula: claro que não devemos nos responsabilizar pelo julgamento que o outro faz de nós. Menos ainda se esse eventual julgamento for meramente estético.


Contudo, se tomarmos o verbo cativar pelo sentido de "prender" (e daí cativeiro, prisão...), a frase começa a se sustentar: Se prendo alguém, devo cuidar desse alguém — e garantir-lhe os direitos básicos. Mas, ao prendê-lo, contraditoriamente, já começo retirando-lhe o mais básico dos direitos, que é o inalienável direito de ser livre. Logo, essa frase, ainda que sonora e bonita — é apenas um impressionante amontoado de absurdos. Uma insensatez — que é repetida como se tivesse algum sentido... (Continua...)

Cativar é estabelecer laços — diz a Raposa ao Príncipe.
Porém, no meu caso, prefiro laços desatáveis e amorosos.
— Nó cego, não! — digo eu.
E a Raposa, insistente, ainda diz: — Cativa-me!

Fosse eu a Raposa, diria ao Pequeno Príncipe: — Liberta-me!
Pois, quando me cativas, me roubas o Mundo. E quando me libertas, me devolves o Mundo."
.

Do Édson Marques /Todo o texto aqui.

Porque hoje é sábado



Eu quero o som de uma risada, o barulho da chuva, vento gelado, frio intenso e cobertor.
Eu quero o silêncio da Lagoa, a areia quente, as flores de maio, tarde de outono, roupa de lã e chimarrão.
Eu quero o sol se pondo e depois o amanhecer, o abraço apertado, a estrada, a paisagem, passarinho voando e a vida inteira pela frente.

O instante mágico



"Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível mudar tudo o que nos faz infelizes. O instante mágico é o momento em que um sim ou um não podem mudar toda a nossa existência."

Paulo Coelho

Porque os amores se perdem


"O mais difícil de entender quando os amores acabam são os porquês.
Por que duas pessoas que se encontraram e se encantaram, viveram um amor que parecia indestrutível, se separaram?
Por que o amor geralmente acaba de um lado só e é o outro que fica chorando querendo entender as razões?

Amores deveriam ser eternos, mas nem sempre são.
Costumo comparar casais a chave e fechadura. Nem toda chave abre todas as portas e é necessário encontrar aquela exata que vai se encaixar perfeitamente e tudo será possível. Mas a gente acredita que cada vez que alguém toca nosso coração e entra, que é definitivo.

Um casal que se apaixona de início, sem que um tenha tido o tempo de desnudar o outro nas suas verdades, acredita nessa chama e até briga por ela muitas vezes. E cria-se sonhos, planeja-se o futuro... enquanto isso os dias vão passando, toma-se menos cuidado em manter a magia e a parte dos dois que é mais sonhadora começa a sentir-se incomodada.

Dá medo. Medo de ter que olhar bem nos olhos da realidade e dizer: acabou! Medo de ter que confessar a si próprio que ainda não foi aquela vez! Medo da solidão, de ter que recomeçar...

Não são as decepções que matam o amor. Se assim fosse, não existiriam perdões e reconciliações. O que mata o amor é simplesmente a tomada de consciência de que o outro não é o ser sonhado. É como acordar depois de um longo sono e lindos sonhos. O outro está ali, é a mesma pessoa, mas aquela neblina que dava a impressão de irrealidade já não existe. E isso não acontece da noite para o dia, como se costuma pensar. É algo que vem com os dias, os hábitos, as monotonias.
Um percebe, o outro não. Um começa a se sentir angustiado e o outro continua acreditando ou finge que acredita.
E quando a gota que faz transbordar o vaso chega é o mundo todo que desmorona.

Porém, tudo não fica definitivamente perdido.
Sobra de um lado a dor e os porquês, um resto de amor que teima em ficar no fundo como o vinho envelhecido na garrafa e do outro o coração dividido por não poder reparar erros cometidos e a vontade de continuar em busca de outros horizontes.

Sobra para os dois a ternura e a lembrança dos momentos passados juntos. Porque corta-se relacionamentos, mas não se apaga momentos, mesmo que a gente queira.

Vivido é vivido, feliz ou infelizmente.

Inútil é querer resgatar um amor que resolveu partir pra outras direções. Quanto mais apega-se, mais ele se afasta. E quanto mais se afasta, mais dói no outro a incompreensão. É uma roda da qual é difícil sair. E é uma pena, pois os corações não merecem isso.

Quando a questão é amor, não existe justo ou injusto. Existe o que ama e o que não ama mais. Precisamos aceitar que o outro não tenha os mesmo sentimentos, mesmo se isso nos faz mal, por que se o amor não for livre para se instalar onde realmente deseja, ele perde toda a razão de ser."
.
Letícia Thompson


Ler este texto talvez nos mostre como proteger o nosso amor.
Provavelmente deixando-o livre... Permitindo que ele vôe, que ele se modifique, se comporte como criança mimada, tenha crises de autoconfiança, tenha mau humor, fique carente, insuficiente, egoísta, individualista...
Quem sabe, assim, ele possa amadurecer. Mudar para melhor. Crescer.

29.5.09

...


"As mulheres são sonâmbulas pelo amor.
Há uma grande diferença nisso entre o homem e a mulher.
Elas, quando encontram o homem, tentam modelar aquilo que querem
com o que encontram.”


(Carpinejar)

28.5.09

Aniversário da Marília!

.
B
O
R
B
O
L
E
T
I
N
H
A
METAMORFOSEANDO!! ENFEITANDO TUDO POR ONDE PASSA! COLORINDO! ALEGRANDO!



"Nunca sinta pena de mim
Nunca pense que não possa
TAMANHO NÃO É DOCUMENTO
Tamanho é o que menos importa
Tamanho é um complemento
Inteligência é o que nos transporta

Você é muito especial
A luz que falta no mundo
Você é muito legal

Erguer a cabeça
e seguir em fente
pois você é DIFERENTE

Vou mostrar que sou PEQUENA no TAMANHO, mas muito GRANDE por DENTRO, penso bem, tenho bons sentimentos, sou uma menina boa."
(Tirei do Orkut da Marília)

... e ela nem sabe o quanto é especial!
Parabéns, Marília! Por tudo que conquistaste até agora e por tudo de bom que está por vir!
Parabéns, Marthinha, pela filha maravilhosa!
Parabéns Gabriela, pela tua irmã! Admiro demais a cumplicidade de vocês!
Vocês são show e eu sinto um orgulho e um carinho enorme por este trio maravilhoso!
.

Delíciaaa!

.

Vi esta foto e fiquei louca de vontade!
Vou fazer pão de casa!
Simmmmm! Euzinha sei fazer pão de casa! Juro!!
Fica igualzinho a este aí!
:)

27.5.09

Questionário

Recebi da Rosamaria o convite para a seguinte brincadeira: "troque todas as respostas por suas próprias respostas e coloque em seu blog.
A teoria diz que você aprenderá muitas coisas sobre quem responder e elas sobre você... não estrague a diversão... o resultado é bem interessante."

1. Nome?
Ana Lúcia

2. Porque lhe deram esse nome?
Meus pais combinaram o seguinte: se nascesse um menino minha mãe escolheria o nome. Se fosse menina seria meu pai.
Ele disse que conheceu uma moça com esse nome e achou bonito. (Minha mãe dizia que ele tinha sido namorado da moça, então fica a dúvida! Heheheh!)

3. Você faz pedidos às estrelas?
Só quando é estrela cadente! Faço logo três, de uma vez!

4. Quando foi a última vez que você chorou?
Acho que foi assistindo ao dvd, domingo!

5. Gosta da sua letra?
Gosto!

6. Gosta de pão com o que?
Com manteiga, com azeite e com tudo o que tiver na geladeira! Heheheh!
Outro dia fiz um post sobre o quanto gosto de pão!

7.Quantos filhos você tem?
Dois! Lindoooooos!!!

8. Como se chamam e quantos anos eles têm?
Anselmo (25) e Lídia (23).

9. Se vc fosse outra pessoa, seria seu amigo?
Sim! O melhor amigo! Cúmplice e confidente!

10. Tem um diário?
Tive muitos. Depois passei a anotar coisas nas minhas agendas...
Gosto de reler!

11. Você é sarcástico?
Não. Sem chance.
Falo sempre o que penso, com sinceridade.

12. Saltaria de bungee-jump?
Nem que me pagassem!!

13. Desamarra os sapatos antes de tirá-los?
Não! Só se não saírem de jeito nenhum.

14. Acredita que você seja uma pessoa forte?
Acredito que sim. Até porque as situações que nos fazem ser fortes são aquelas que não temos escolhas. Não dá pra agir de outra forma.

15. Seu sorvete favorito?
De nata.

16. Quanto calça?
35. (Mas como me sinto bem com 36, compro logo um 37! Heheheh! Brincadeirinha...)

17. Vermelho ou Preto?
Pra vestir, preto.
Pra torcer pelo time do coração, vermelho, vermelhante, vermelhão!! :)

18. O que menos gosta em você?
Fisicamente? Da minha tendência a engordar!

19. O que mais gosta em você?
Talvez pela resposta anterior, gosto mais do meu rosto do que do meu corpo... Mas me esforço pra gostar de mim do jeito que eu sou.

20. De quem você sente saudades?
Do Pigue.
E dos meus filhos, quando eram crianças... das fases que eles tiveram e que eram muito fofos... Quando assisto aos vídeos fico louca de saudades! Ainda bem que eles continuam muito amados e que estão chegando netos! E sobrinhos-netos! Yesssssss!

21. Gostaria que todas as pessoas que você convidou te respondessem?
Claro!!

22. Descreva que roupa e calçado você esta usando agora:
Calça jeans, blusa de gola alta preta, casaco de lã preto e aqueles crocs com meias fofinhas pra aquecer!! Tudo preto!

23. Qual foi a ultima coisa que comeu hoje?
Torrada com presunto, queijo e ovo, com café preto.
(Fico com preguiça de por ovo, quando é só pra mim, mas como fiz para o Joaquim...)

24. O que você está escutando agora?
Silêncio total...

25. A última pessoa com quem falou ao telefone?
Com o Joaquim.

26. Bebida favorita?
Gosto de tudo! Sou uma bebum...
(Só não sei tomar nada de álcool estando sozinha. Talvez um vinho...)

27. Comida favorita?
Sou carnívora! Mas gosto de tudo. Não tenho nenhuma favorita.

28. Filme de terror ou com final feliz?
Final feliz, sem a menor dúvida!
Amo comédias românticas!

29. Último filme que viu no cinema e com quem?
Fiz post! Na mesma noite assisti "Se eu Fosse Você-2" e "Marley e Eu", com a Kika, o Igor, a Débora, a Gabriela e o Joaquim.

30. Dia favorito do ano?
Adoro o Reveillon. Se puder estar com meus filhotes fica perfeito.
Mas gosto do meu aniversário também!

31. Inverno ou verão?
Verão, pelos dias enormes e cheios de possibilidades... Qualquer hora dá vontade de sair pra rua, inventar uma praia, ficar até tarde ao ar livre...

32. Beijos ou abraços?
Os dois. Mas só com quem tenho intimidade... Quer dizer, não sou daquelas pessoas que acham fácil beijar, abraçar... Sou contida!! (Até com meus pais!!)

33. Sobremesa favorita?
Goiabada com queijo. E cremes suaves, feitos com leite condensado. E chocolate, a qualquer hora, inclusive de sobremesa!

34. Quem você acha que vai te responder?
Quem gostar de contar suas coisas...

35. Quem você acha que não irá te responder?
Quem estiver sem tempo.

36. Que livro está lendo?
Nenhum. Que coisa... Ando muito dispersiva!

37. O que tem na parede do seu quarto?
Três quadros que inventei de fazer com capas de almofadas (e que o Dude decidiu que deveriam ser pendurados de um jeito "diferente") e muitas fotos minhas.

38. O que assistiu ontem a noite na TV?
O Jornal da Noite e o Jô.

39. Onde foi o lugar mais longe que você foi?
Roraima, Boa Vista.
»» Convido para responder quem ficar com vontade! Espero que sejam muitos!

» A Flávia Fayet já respondeu! Leiam no Desabafo!
» Leiam as respostas da Dolores, no Corra, Lola!
» A Bia não existe!! Confiram o que ela respondeu no Desperate Housewife!
»A Adriana mora do outro lado do oceano e sente muitas saudades. Leia, no Recomeçar.

Os Sinais da Maturidade


"A gente não sabe ao certo quando ela chega nem como ela se instala - talvez porque seja de forma lenta e quase imperceptível - mas de repente a gente se dá conta da prazerosa sensação da maturidade.
A pessoa madura sente-se mais livre para expressar pensamentos e sentimentos, dizer a sua verdade calma e mansamente.
Muitas vezes opta por não dizer nada ainda que esperem que ela diga, e isto não lhe causa nenhuma culpa ou constrangimento.
A pessoa madura sente-se contente consigo mesma, valoriza o longo trajeto já percorrido e verifica que tanto as vitórias quanto as derrotas foram necessárias para o seu crescimento e plenitude.
Não se desespera quando a vida parece dar uma longa pausa e aguarda com serenidade e otimismo as novas circunstâncias ainda não configuradas no cenário de sua existência.
A pessoa madura decididamente não faz tipo e se liberta de vez da idéia: mas o que vão pensar de mim?? Aprende a distinguir valores essenciais dos valores supérfluos e descartáveis.
Sabe que esta passagem pela terra é rápida demais para ser desperdiçada com mazelas.
Os sonhos, projetos e ideais de uma pessoa madura são quase sempre exequíveis.
Contenta-se com o que tem, ajusta-se dentro do próprio orçamento, não gasta mais do que ganha e faz algumas renúncias (de forma serena) em prol de seu núcleo familiar ou de alguma causa que resulte no bem comum.
A pessoa madura se despoja dos melindres, se despe dos preconceitos, deixa de ser reativa para ser pró-ativa.
Aprende a gostar da própria companhia, torna-se a melhor amiga de si mesma dando ao próprio "eu" os contornos do equilíbrio.
Conhece seus pontos fortes e fracos, sabe que não tem todas as respostas nem é dona da verdade mas mantêm um código secreto de verdades e valores próprios que lhe permitem nortear-se, de forma positiva, pelas diversas circunstâncias da vida.
A pessoa madura não aparenta ser.
Ela é!
Ela é alguém que está em paz consigo mesma."



O texto é da Fátima Irene Pinto May.
As fotos tirei no meu quarto, ontem.
Meu quarto: melhor lugar do mundo, às vezes.
Seguro. Quente. Confortável. Perfumado. Acolhedor. Silencioso. Onde posso me olhar no espelho e ter a certeza que, no final das contas vai ser sempre assim: eu comigo mesma. Confronto cada vez mais leve...

Ele é show!!

Assisti, ontem:

Politicamente Poeta
Lunar e CIA de São Jorge:

Lunar no vocal, violões e composições
Igor Salles nas guitarras
Eduardo Escalier na bateria
Natan Maio na percussão
Leonardo Leopa no contrabaixo
Paula Graebim no baking vocal
Produção musical é de Gilberto Oliveira


"Vidas vindas de outras vidas.
A natureza primordial se revela em cada detalhe da paisagem.
Vistas vistas de outras vidas.
A essência natural de cada um é a mesma.
A mesma das cachoeiras que escondem arco íris em dias sem sol.
A mesma do vento marinho que sopra teu cabelo e te arrepia.
A mesma da areia cintilante da praia do Cassino.
A mesma que acelera teu coração ao perceberes a proximidade de um beijo.
A mesma que seca a boca.
A mesma que te cega e te extasia.
A energia que te encontra nos perfumes e sabores finos das flores e frutas, no som das bandas. Nos eclipses, nos cometas, nas constelações.
A certeza de continuar infinitamente imerso na continuidade da existência.
Desde os tempos sem início até os tempos sem fim."

25.5.09

Quatro anos sem o Pigue

"as saudades dos irmãos que morrem cedo demais são assim. a cada almoço de família aquele lugar está lá, não preenchido. rimos, comemos, vivemos. e o lugar continua lá, na mesa, no coração. a memória é nosso maior amigo e nosso maior carrasco." (Márcia)

Lembrar de alguém que a gente ama muito e que não está mais perto da gente é doloroso demais... tudo fica tão triste...
Não há o que dizer... Só sentir... Saudade, gratidão por esta pessoa ter existido na nossa vida e o coração transbordando de tudo o que a gente não consegue entender...
Ficam as lições. E o amor parece que cresce... fica como que abençoado, imutável...
Dá muito medo, a consciência da morte. De perder quem se ama tanto.
O que nos resta? Exercitar o amor. Declarar. Falar. Abraçar. Beijar quem a gente ama. Não deixar para depois.
Cada minuto que temos ao lado das pessoas que amamos são preciosos.
O confronto com a morte nos faz valorizar a vida...
Então que ela seja bem vivida! Sem complicações desnecessárias, sem valorizar o que não é importante!
Perder o Pigue mudou absolutamente o meu jeito de sentir as coisas...
Hoje tenho a certeza de que o amor não termina NUNCA.
E que ele está cada vez mais vivo, mais forte e mais presente na minha vida.
Não há um único dia que eu não pense nele, muitas vezes. Só não quero mais lembrar com tristeza...

Finde

Sábado ficamos com amigos, em casa.
Jantar delicioso, filmes... Choramos e rimos na mesma medida, acho! Heheheh!
Primeiro com "Se eu Fosse Você-2", com os talentosos Tony Ramos e Glória Pires! Simplesmente delicioso!
Um filme leve, com cenas engraçadíssimas, que eu recomendo para todas as idades!
(Ficha do filme no Adoro Cinema.)
Depois assistimos "Marley e Eu". O labrador, personagem central do filme, é muito fofo, mas o filme existiria sem ele... Quer dizer, ele não muda nada, na história, sei lá!
Aliás, a história é absolutamente banal, com um enredo que se repete o tempo todo na vida real: duas pessoas se apaixonam, se enchem de sonhos, se casam e vão desistindo dos sonhos, em nome dos filhos, da subsistência, essas coisas que acontecem o tempo todo... Acho que foi por isso que todo mundo chorou, no final, aqui em casa! (Concordo com a crítica do Omelete.)
Domingo passei o dia inteiro em casa. Preguiça total! Fiz a colagem do meu Guestbook, tomei chimarrão, me enrolei, assisti TV, fiquei sem ânimo para nada, adiei planos de faxinar/organizar meu quarto de vestir (que está uma coisa indecifrável! Nem gosto de abrir a porta!)...
De noite saímos para jantar e acabamos indo para o Túlia (bar, restaurante e parrillada), que tinha música ao vivo. Eu adoro e achei tudo muito bom!




24.5.09

Aniversário do Eurípedes!

Ele me disse:
" Se uma palavra

Formasse um elo
Da nossa amizade
Não seria
Encanto
Sensibilidade
Transparência
Sinceridade
Independente de tempo
De motivo
De era
Eu resumiria em
Afinidade
Por ser delicada
Rara
Eterna"

Uma das pessoas mais doces, mais gentis, mais generosas que tive o prazer de encontrar na internet!
Inteligente, engraçado, observador, cada comentário que ele deixou aqui, no Roccana, tem um valor imenso para mim.
Quem é ele?
Ele diz que é assim, desse jeitim:

"O mesmo, uai, mudo sempre.
Um contador de causos.

Gosto de reflexões, de citações, de pensamentos e de descrições bem simples.
Não sou tão criativo mas questiono, proponho, transformo, invento.
E a poesia, às vezes, me toca profundamente; quando associada à música, atinge a perfeição.

Faço depoimento cético, anorético, hermético, jamais patético, às vezes, poético..."

Que ele continue sendo, sempre, essa pessoa rara, a quem desejo todas as coisas boas dessa vida, começando por amor, saude e paz!

Guestbook!

As fotos estão por "ordem de chegada"!
Para ampliar é só clicar na imagem.


Adoro ficar olhando os slides! Quanta gente bonita!
Infelizmente não tenho como agradecer a cada um, individualmente,
já que não tenho acesso aos emails!
As mensagens são maravilhosas, puro carinho e incentivo!
"Obrigada", meus amigos queridos!!
♥ ♥ ♥
-> Para ler as mensagens sem cortes, clique aqui!


Concurso Miss Brasil 2009






Quando eu era criança adorava ver as fotos dos concursos de Miss Universo nas revistas que meu pai assinava: Cruzeiro, Manchete, Fatos&Fotos...
Naquela época as misses eram naturalmente bonitas, não creio que fizessem cirurgias plásticas ou usassem silicone! Liam o Pequeno Príncipe e viajavam acompanhadas das mães. Tinha um romantismo, um glamour, sei lá.
Vi o post do Jôka, no Avenida Copacabana, e fiquei encantada com a fantasia da miss Minas Gerais. Criativa, ousada, diferente.
Leiam o post completo, lá.

23.5.09

Hummmm!

Tem coisa melhor do que inventar sanduíche?
Se eu já gosto de pão só com azeite e sal, imaginem recheado de mil coisinhas!
Outro dia, botei dentro de um pãozinho francês (aqui em Pelotas chamam "cacetinho"), "toda" a salada de alface que sobrou do almoço - era um monte! Com muito sal e azeite, que é para não ficar saudável além da conta! E ficou bem bom!
Mas já experimentei rechear com outras saladas, com frango, carne fria, tudo que encontrar na geladeira!
Bom, claro que eu estou falando de sanduíche improvisado, feito no auge da fome e em horários esquisitos!
Tem um bem simples, bem fácil, mas que eu adoro: é só cozinhar alguns ovos, abrir uma lata de atum, amassar os ovos e o atum, misturar um pouco de maionese, azeitonas... Experimentem!
Outro: partir tomate, cebola (escaldar), pimentão, pepino, queijo, salame, tudo bem picadinho. Misturar com maionese e um pouquinho de mostarda... Fica picante! Uma delícia!
Ontem fiz um com presunto de parma, queijo e tomate, que eu fritei, rapidamente, numa frigideira, e reguei com azeite de oliva...
O que sei é que está me dando uma fomeeeee!


Esta foto tirei de um blog holandês!
Lá tem receita de sanduíche até com abacate!! (Link do blog traduzido aqui.)



Filha blogueira.



Agora deu pra me regular! Humpf!
Olhem o que ela escreveu:
Ter uma mãe blogueira não é fácil. Às vezes parece que se inverte o papel de mãe e filha e eu fico alertando que ela não exagere na exposição, que tem coisas que não se deve publicar, mas não adianta. Volta e meia ainda coloca alguma foto minha hor-ro-ro-sa! Ultimamente eu já aviso quando ela tira a foto: ESSA NÃO VAI PRO BLOG!! haueauaehe Mas ela é teimosa (e teima que não é).

Ok. Como tudo na vida tem dois lados, ter uma mãe blogueira tem lá suas vantagens. Outro dia cheguei tarde em casa e estavam todos dormindo. Liguei o computador e dei uma espiada no blog: tinha uma foto do Joaquim fazendo um doce na cozinha, inclusive com a receita no post. Fui correndo pra geladeira, onde pude constatar a veracidade dos fatos. Uma delícia. heheheh

A verdade é que acabo me divertindo com o blog. Ela escreve bem, faz umas colagens ótimas e tem um conteúdo bem variado. Vários amigos meus acompanham o Roccana, e sempre que voltamos de Rio Branco, por exemplo, alguns me encontram e perguntam pelo Toblerone que eu deveria ter trazido de lá pra eles. Antes eu ainda perguntava: "como tu sabes que estive em Jaguarão??"... Pois é, agora nem pergunto mais - e quando sobra algum dinheiro já compro Toblerone extra por lá... =P

"Só que, mãe, aquela foto não, tá?"

Enxoval quase pronto!

Desde que comecei a prestar atenção, de novo, em coisas de crianças, constatei que é muito difícil comprar o enxoval sem deixá-lo com cara de carnaval! É uma profusão de cores, estampas, padronagens, bichinhos, personagens tão variados que não há como manter um certo estillo, uma coerência nas cores!
Por exemplo: todas as tolhas de banho são estampadas! Todos os lençóis tem cores fortes! Todas as roupinhas tem bordados, rendas ou listras - ou tudo junto, ao mesmo tempo!
Pobre neném... Multicolorido, multitemático, carnavalizado! Heheheh!
Desde o início, minha palheta de cores preferida foi azul, marrom e bege (ou os tons crús, naturais). Como a Kika concordou, fomos às compras, atrás destas cores!
Mandar fazer tudo é complicado... Então a solução foi bater muita perna, ir garimpando, escolhendo com cuidado...
Já está quase tudo pronto e acho que conseguimos fugir dos excessos!
O neném ganhou muitos presentes, todos lindos! O resultado é um enxoval sem exageros, cheio de tecidos de toque suave... Lençóis de malha macia, toalhas de banho branquinhas e fofinhas, roupas em soft quentinho, tudo tão lindo!
Tô amando muito tudo isso!


Achei um blog com o antes e depois da arrumação do quarto de um menino!
O incrível é que ela usou justamente as nossas cores preferidas!
Olhem as fotos:





As fotos são de um blog sueco, muito lindo: Njut en Smula

Camas de casal


Eu acho que é só trocar o lençol e o quarto fica mais bonito! Não seria má idéia trocar, com alguma frequência, as cortinas, o edredom e as almofadas! Sensação de quarto novo sem muita mão de obra!
Ando cheia de idéias - inspiradas nos blogs de decoração! Cada coisa bonita!

Pelotas é uma cidade linda!

Para vocês terem idéia, tirei todas estas fotos do mesmo lugar!
Simplesmente fui girando e fotografando.
É uma delícia passear pelo chamado "centro histórico".


Mercado Público


Prefeitura


Biblioteca

Praça Coronel Pedro Osório


Grande Hotel


Secretaria de Finanças
-> Clique nas fotos para ampliar.

22.5.09

Aniversário do Zé Renato!


"Um apaixonado pelas mulheres da minha vida, por música, por meus amigos e pelo glorioso colorado, agora Campeão das Américas e do Mundo.
Sincero sempre. Com defeitos, mas sempre com a intenção do acerto, do correto e da lisura... Esse sou eu, Zé Renato Daudt."
Para essa pessoa especial, que eu admiro tanto, um grande beijo pelo seu aniversário!
Sorte, saúde, sucesso, música boa, vitórias do Inter e muito amor no coração, sempre!
Beijos também para a Luciane, a Isadora e a Valentina, musas inspiradoras e companheiras de vida do Zé!

Aniversário da Denise!



Minha amiga da Turma de Lavras!
Para homenageá-la, fotos antiguinhas, da época do nosso Baile de Debutantes!
E uma de 2009, onde ela aparece com seus dois filhos e marido - só para provar que o tempo foi generoso com ela!
Que ela seja, sempre, muito feliz!

É só comigo?

Meu blog não abre com o Internet Explorer, já há alguns dias! Trava tudo e dá uma mensagem de operação anulada!
Aliás, não consigo acessar outros blogs, também!
Alguém sabe o que está acontecendo?


Creme "Photoshop"!



A Suzana Vieira usou!
Ficou sem manchas, sem estrias, sem marcas, sem cicatrizes, sem pelinhos indesejáveis!
Com o produto, a textura da pele fica perfeita e os contornos definidos!!



Eu também querooo!
Recebi por e-mail da Shirley! Ela está usando e recomenda! Hohohoho!! :P

Um longo caminho...




auto-imagem X sabotagem
corpo&alma

auto-conhecimento X auto-aceitação

21.5.09

Pele-Tato-Toque

.
"O "segredo " da saúde da pele está firmado na cumplicidade, na sintonia do nosso espírito e a linguagem que ela nos fala a todo instante. E essa integração entre mente e pele, que fatalmente irá resultar numa pele saudável e mais bonita, depende da maneira que nos relacionamos com ela.

Aprender a cuidar da nossa pele, escolher sabonetes, cremes, roupas, ou qualquer outra coisa que fique em contato direto com ela, e ter prazer em usá-los é parte essencial desse relacionamento. Mas não se restringe a isso.

Aprender a se tocar, "sentir na pele as emoções", e principalmente aprender a tocar o outro e aceitar a carícia em troca é fundamental para qualquer ser humano.

Enquanto negligenciarmos esse sentido essencial do nosso corpo, seremos criaturas frias, solitárias, trancadas dentro de um envoltório que poderia ser infinito mas que acaba virando uma prisão."
.

Sincronicidade - Mágicas coincidências da vida

.


"O universo tem uma lei, uma harmonia, que às vezes desconhecemos. Choramos quando algo muda e foge de nossas mãos. Não deixamos as mudanças ocorrerem, seguramos a vida.
Quando finalmente aceitamos que o desenho da nossa vida não nos pertence e que existe no universo uma trama de fios mais grandiosa e complexa, tudo muda... Ficamos mais atentos aos sinais que nos mostram os caminhos da ação correta, a ação que aceita e se entrelaça amorosamente com os desígnios divinos.
Enfim, nos submetemos _ não somos mais um ego que tenta controlar tudo a qualquer custo. Finalmente cedemos, e mudamos."

Doucy Douek - terapeuta transpessoal

Imagem (modificada) do blog Bordando Idéias

O inverno é bom mas é ruim

(Para entender porquê só lendo a Renata, diretamente do seu Esconderijo!)

... "Começamos a nos vestir de cebolas humanas. 
Camadas e camadas de roupas.
Lareira, pinhão, fondue, vinho, cobertor, lençol térmico, chocolate quente, 
dormir de conchinha...
É... É bom mas é ruim, entenderam? Não? Nem eu."

20.5.09

Lugares



Este é o corredor do colégio onde estudei. Na época se chamava "Ginásio Estadual Licínio Cardoso", em Lavras.
Vi esta foto no Orkut de algum amigo e tive o impulso de copiar! Tantas saudades!
Outro dia fui levar meu sobrinho na aula (ele estuda no mesmo prédio, tanto tempo depois!) e fiquei dividida entre a vontade de entrar e o medo do que sentiria percorrendo suas salas...
Acabei de ler "Onde fomos felizes um dia ", no blog da Beth e adorei!
Ela fala exatamente deste medo do desencanto. De se voltar ao passado e nada mais estar lá. Nem as imagens, nem as pessoas, nem os cheiros e nem o nosso jeito tão inocente, tão puro de sentir as coisas...
Ou será que isso permanece, intacto, em algum lugar misterioso e sagrado das nossas lembranças?
Melhor deixar assim... Lá atrás, bem guardado, com tudo de bom que significou.


-> Leia também "Licínio Cardoso, conterrâneo!", escrito pelo Zéca La-Rocca.

19.5.09

Lar Doce Lar

-> As fotos ficam bem ampliadas! É só clicar em cima!
.

Observem a largura dessa casa. Ela era escura e compartimentada. Depois da reforma, ficou linda!
.

Nessa me chamou a atenção o uso de janelas basculantes, das mais baratas e populares que existem.
Foram usadas em todos os ambientes e ficou tudo muito bonito, com muita luz natural!

.

Aqui fiz uma seleção de ambientes de várias casas reformadas.
Gostei do banco, na mesa de jantar, das cores, dos móveis reaproveitados, do uso do artesanato...


Eu semprei gostei de assistir aqueles programas de decoração, na TV por assinatura. Aqueles em que os donos da casa saíam e entrava um equipe de profissionais e mudavam tudo! Às vezes ficava lindo, às vezes dava vontade de chorar.
Outro dia eu e o Joaquim assistimos uma coisa parecida, no Caldeirão do Huck, só que voltado para famílias que realmente moram em condições precárias, muitas pessoas dividindo o mesmo espaço, com dificuldades até de fazer o mínimo, imaginem decorar suas casas!
Neste dia eles estavam decorando uma casa em Barretos, e muitas coisas me chamaram a atenção: eles preservam tudo que é possível da identidade das pessoas que moram na casa, valorizando o que elas tem de artesanato, móveis, quadros... Não mudam tudo radicalmente, pelo contrário, remodelam as casas deixando-as perfeitas para o estilo de vida e as posses dos moradores.
Então, o resultado são casas coloridas, com uma cara brasileira, muita simplicidade e soluções criativas, melhorando enormemente a qualidade de vida daquelas pessoas.
A gente tem mania de achar que contratar um arquiteto é coisa para quem tem muito dinheiro para investir. Nada! Um bom arquiteto transforma e embeleza com o que tem nas mãos, como faz o Marcelo Rosenbaum. E sabe escolher materiais de baixo custo, sem comprometer o visual e a segurança. Gostei!
Related Posts with Thumbnails