30.9.07

Que pérola!

Tem algumas coisas que os homens definitivamente não querem saber sobre nós, mulheres!
Descobri lendo o Terra! Tô bege!
Quanta sabedoria:

"Todas as relações devem ser transparentes, é claro, mas certamente tem coisas que as mulheres fazem que os homens não se interessam em saber, quer seja porque ficarão assustados ou simplesmente porque se irritarão com elas.
Isso não significa que os homens se interessem pouco pelas mulheres, mas a verdade é que eles não precisam saber tudo o que elas fazem, principalmente se são coisas meramente femininas. Existem atitudes ou coisas que podem chateá-los. Da mesma forma que as mulheres não têm interesse em saber o que os homens pensam a respeito de outras mulheres, eles também não querem saber se elas admiram outros homens. Portanto, se você quer mantê-lo ao seu lado, tenha atenção a que eles não devem saber.

1 - Quando você muda de visual Por mais que as mulheres se esforcem em mudar o visual só para que eles notem, elas estão perdendo o seu tempo. Aos homens não interessa saber os detalhes de tudo o que elas fizeram. O mais provável, nesses casos, é que eles nem sequer se dêem conta dos detalhes da mudança. Para o homem, o que vale é o conjunto e, se você se encontra mais bonita hoje, deve se dar por satisfeita. Não se trata dele não te querer, mas sim que a mudança de visual para ele não é o mais importante.

2 - As suas fraquezas É importante que as mulheres saibam reconhecer suas fraquezas e que tentem melhorá-las. Mas falar sobre elas, principalmente quando se está conhecendo um novo companheiro, é um erro grave. Perante tantas confissões ruins ele pode sentir que você não está bem e fugir da relação antes de se envolver com quem não está segura de si mesma. Estes temas são melhores para conversar com suas amigas.

3 - Como você se depila Os homens não costumam estar dispostos a conhecer os detalhes de como as mulheres fazem para ficarem lindas. E quando se trata de pêlos, por mais que pareça estranho, os homens preferem acreditar que eles não crescem e que as mulheres sempre terão pernas suaves.

4 - Quando você está cansada Sem dúvida, todos nós chegamos cansados depois de uma longa jornada de trabalho. Mas se você fizer questão de dizer que está cansada, acabará o aborrecendo pois ele também está cansado, e se não demonstra é porque prefere falar de outros assuntos. Assim, se ele só ficar escutando suas queixas acabará fugindo de você para descansar um pouco. Portanto, neste caso, é melhor deixar as queixas para você mesma.

5 - O que você usa "naqueles dias"? Aos homens não interessa saber o que as mulheres usam quando estão menstruadas, e muito menos que eles sejam obrigados a comprar produtos especificamente para ajudá-las nestes casos. Muitos homens afirmam que não têm curiosidade em saber o que as suas mulheres fazem durante o banho, muito menos quando estão "naqueles dias".

6 - Que você sonha com outros homens Aos homens não interessa saber grandes detalhes do que suas parceiras fazem durante seus sonhos, principalmente se eles são com outras pessoas. É provável que elas muitas vezes tenham fantasiado ou sonhado com homens atraentes, mas aí a contar aos parceiros o que elas sonham tem uma grande diferença. Eles não têm porque saber disso, ainda mais porque isto estará provocando um grave problema em sua auto-estima.

7 - Que você procura aprender sobre sexo Não há nada de errado se a mulher lê várias revistas e livros sobre sexo; muito pelo contrário, só que a eles não interessa saber de onde elas aprendem sobre o assunto. A eles interessa que elas apliquem o que aprenderam na prática. Não importa de onde você tenha adquirido seu repertório sexual, só deixe que ele se impressione e não queira sair de seu lado.

8 - As dietas que você faz Se há um tema que deixa os homens com tédio é escutar sobre as dietas que as suas parceiras fazem, sobre os quilos que têm que baixar ou as calorias que elas não podem comer. Se ele te convida a um restaurante, não lhe interessa saber que você come salada de alface só porque está de dieta. Melhor você fazê-lo crer que pediu salada porque gosta. Os homens preferem as mulheres que não possuem nenhum tipo de complexo, e que possam comer o que gostam sem culpa.

9 - Intelectualidade em excesso Não existem muitos homens que gostam de estar frente a uma mulher que procura demonstrar constantemente o quão inteligente ela é. Além de se sentirem diminuídos, se torna tedioso estar frente a uma pessoa que transforma qualquer conversa em um debate existencial. Melhor fazer com que ele conheça sua inteligência através de outras coisas, e deixar estes debates apenas para o trabalho e a universidade.

10 - Quantos homens passaram por sua cama Isto sim eles não querem saber. Por mais aberto que seu parceiro seja, saber com quantos homens você transou não leva a nada, já que somente o deixará nervoso e lhe fará mal. A sensação de insegurança que lhe proporciona a compará-lo com outros pode impedi-lo de ser o que ele é.

Ilustração WISHES&HEROS

As 1ªs páginas dos jornais de hoje!

Recebi, há tempos, da Thelma, o endereço deste site, com as manchetes dos jornais de todo mundo. É muito show!

As primeiras páginas dos jornais de hoje, do Brasil e do mundo.
Cada bolinha laranja nos mapas dos continentes, são jornais de cidades daquele estado, ou País, vc clica e todo dia tem a 1ª página de cada jornal. Ao posicionar sobre a bolinha desejada, ao lado, aparece a 1 página dos jornais, e clicando sobre a bolinha, vc tem a página em tamanho maior, para facilitar a sua visualização.

29.9.07

Presente!!!!! Yessssssssssss!!


Fui avisada pelo telefone: chegou um sedex pra mim, lá em Pelotas, dias atrás! E só agora chegou nas minhas mãos um pacote cheio de carinho e atenção: um livro do Felipe enviado pela Thelma, autografado e tudo!
O livro se chama "O Segredo da Arca de Trancoso" e é uma peça de teatro que "reconta" as histórias que vem sendo repetidas desde o século passado, principalmente as do nordeste. Ainda não li, só passei os olhos, mas me encantei com a "intenção" do Lipe e com as ilustrações do André Neves.
No JC uma reportagem sobre o ofício de representar e que tem fotos de Felipe Botelho da peça, encerra com a seguinte conclusão:
"...somente ao nos liberarmos de tudo aquilo que não somos e exercitarmos o potencial do que somos, poderemos dar o melhor de nós mesmos ao Grande Teatro da Vida. O caminho que os artistas seguem, através de si mesmos e dos obstáculos que têm que enfrentar para construir um Grande Espetáculo, é muito semelhante ao trajeto que se precisa cumprir para se construir uma Grande - e nem tão utópica assim - Vida."
É isso: sempre um aprendizado, sempre um ganho, sempre uma alegria!
Aproveito para transcrever aqui uma frase do Lipe que é perfeita:
"Distância de amigo é coisa física. No coração a gente tá juntim. Parece tapeação de quem também está com saudade, mas nenão. A gente só se separa daquilo que não está na gente ou nunca esteve - o mais fica pra sempre! Com ou sem distância."
São estas coisas que me fazem sentir feliz e especial: amigos como a Thelma e o Felipe, criativos, ocupados, envolvidos com seus sonhos e projetos, mas que acham um tempinho para lembrarem de mim e me mandarem um presente tão lindo! De novo a vontade de chorar... Tantas coisas tem me tocado, emocionado... Difícil descrever, mas é sempre o encantamento pela vida e pelas pessoas que tenho tido oportunidade de conhecer que me deixa feliz e agradecida, com vontade de chorar, de abraçar, de extravasar todos estes sentimentos. Mas a única palavra que posso falar, cá do meu rincão das Lavras, é "obrigada"!!
.
# Lipe e Thelma! Vocês estão no meu coração! #

(Mais sobre "O Segredo da Arca de Trancoso" aqui e aqui.)

Minha rotina, em Lavras


Como já contei antes, estou passando uns dias na casa dos meus sobrinhos. Da varanda, é esta a minha paisagem! Ainda admiro Lavras, a cada final de tarde, como se fosse uma novidade! A torre da igreja se destaca entre as casas e vejo como minha cidade é pequena, mas é um universo, cheio de histórias e de vida, onde as pessoas convivem e sabem tudo umas sobre as outras, desde sempre. Não tem como não ser assim, já que cruzamos com todos, todos os dias em todos os lugares!

Estou aqui há uma semana e já me sinto adaptada. Compro pão quentinho na volta da escola onde deixo meus sobrinhos antes das oito da manhã e o moço que me atende, na padaria, já me recebe com um sorrisão e adivinha o que vou comprar. Estou "por dentro" dos últimos acontecimentos, sei dos eventos da escola, dos planos da Emater em incentivar a criação de pousadas nas fazendas próximas, ouço a banda da escola se apresentar na pracinha e, aqui, na frente, uma enorme vala com novo encanamento de água quase não me deixa sair de casa durante algumas horas! O moço que opera a patrola diz, bem humorado que eu espere um pouco e acaba me ajudando num caminho alternativo, por cima do campo. 

As crianças, que passam na rua, não tem medo de parar e conversar. Ninguém passa a chave na porta de casa, os carros ficam abertos, estacionados em frente. Todo mundo "pendura" as compras e paga no final do mês. Crédito rápido e sem burocracia, na farmácia, no mercado, no açougue e até nos bares e restaurantes. Tudo flui sem nenhum stress! Tô tão de bem com a vida que hoje meu sobrinho inundou o motor da piscina e ficamos sem luz boa parte da tarde e eu sobrevivi a todas estas horas sem internet! Heheheheh! 

Continuo sem gostar de decidir o que fazer para o almoço e peço ajuda para as crianças: acaba sendo bife e batatinha frita! Êba!! O nosso grande passa-tempo tem sido observar um casal de quero-queros e seu ninho com cinco ovinhos. As crianças tem uma vocação natural para se apaixonar por animais e pela natureza! É impressionante! Seus olhos brilham e eles notam como os dias estão maiores e as árvores começam a brotar e a florecer. O pasto está ficando verdinho, apesar de ainda ter geado na semana passada. 

Sentimentos se misturam, enquanto contemplo a minha Lavrinhas: ando cheia de saudades da minha infância e da infância dos meus filhos... Não quero sentir este aperto no peito... Quero apenas me encantar com a paisagem e com o barulho dos passarinhos!

26.9.07

Casarão em ruínas





Lavras do Sul, setembro/2007.

Sobrinhos

Vim passar uns dias em Lavras, com meus sobrinhos José Donairo e Pedro (filhos do meu irmão Pigue) e Valério Augusto (filho do meu irmão Guga). Temos nos divertido e feito mil coisas! Passeamos pela cidade, assistimos filmes, brincamos com os cachorros, inventamos comidinhas e lanchinhos e tomamos chimarrão na frente da lareira!
Eles são surpreendentes! Sabem tudo! São independentes, carinhosos, engraçados... O Pedro faz um carreteiro delicioso, o Guguinha faz uma massagem que tira qualquer tensão do pescoço e o Di conta histórias de um jeito que é impossível não chorar de rir!
Guardo dentro do meu coração cada minuto que passo na companhia deles...

Fotografamos a enchente:

Nathalia

Em tempos de reverenciar a alma gaúcha, me encantei com estas fotografias da Nathalia! Ela é filha da minha prima-irmã, Ana Beatriz e ama as coisas do tradicionalismo. Monta bem demais, sem perder a feminilidade e adora estar lá fora, nas lides do campo!


A Nathalia está apaixonada por alguém que corresponde às seguintes características (que ela sempre procurou): "Um companheiro que fosse pros "bailes" gaúchos, dançasse de rosto colado e desse beijo, sem perder o ritmo em nenhum momento...Que andasse de bombacha e bota, sem dispensar a boina!"

24.9.07

Em Lavras

Vim passar uns dias em Lavras. Imaginei que os dias estariam mais quentes, mas me enganei: o vento gelado assobia por todas as janelas e desencoraja a sair de casa!

"A maior dor do vento é não ser colorido."
(Mario Quintana)

21.9.07

Boa sorte para Luiza...


... que começa a sua vida profissional agora!
Que ela realize seus sonhos e viva suas escolhas com a determinação de quem faz o que gosta e o que sabe! Que tudo seja aprendizado! Que não lhe falte coragem! E que as alegrias sejam imensas!

20 de Setembro - Dia do Gaúcho em Lavras!



Estava realmente muito bonito o desfile do Dia 20 em Lavras! Voltei no tempo!
Muitos amigos desfilando e o autêntico amor pelas tradições - vividas no cotidiano destas pessoas, transparecendo em cada um...

18.9.07

Ter um filho é






tentar entender o universo masculino
me empenhar para que ele entenda o feminino
admirar e respeitar suas buscas e suas conquistas
constatar que podemos amar alguém de forma incondicional!!

Ter uma filha é:





respeitar profundamente as diferenças
desejar que ela repita os nossos acertos
torcer para que não cometa os mesmos erros
constatar que podemos amar alguém de forma incondicional!

Sossego

Não é silêncio, porque tinha o barulho da água. Nem quietude, porque o vento movimentava a paisagem. Nem solidão, porque eu não estava sozinha e porque há muitos pássaros - e até uma raposa que habitam o lugar. Nem tédio porque o sol estava deslumbrante.
Foi sossego, mesmo, o que senti, vendo o sol se pôr lentamente, sentada na frente de uma cabana, no Paredão... Longe e perto de tudo. Sensação de contemplação e de calma.




(Cabanas do Paredão/ Lavras do Sul, RS)
.
"...a ordem das palavras não altera o sentimento nem a ordem dos sentidos altera o sentimento nem a ordem dos desejos altera o sentimento nem a ordem das palavras altera o verbo nem a ordem dos fatores altera o sonho..."

(André Gonçalves)

Só porquê é Semana Farroupilha!!

Não resisti!! Tive que publicar!!


video


17.9.07

Lendo Carpinejar



√ Quando um homem entende demais, seduz. Quando um homem não entende o que está acontecendo, ele se apaixona.

√ Duvido que um amor possa se contentar com menos depois de conhecer o máximo. Isso é exílio.

√ Só você pode se enganar, mais ninguém.

√ Não crie arrependimentos por aquilo que não foi feito.Tudo o que não aconteceu é perfeito. Dê chance para a imperfeição. Insista.

√ A transparência evita mal-entendidos. E sinaliza sensualidade, poder, opinião.

√ Confiamos controlar o amor, e ele nos controla. Alimentamos uma equivocada impressão de que podemos planejar com antecedência nossos atos, e perdemos o domínio. Somos arrogantes com o amor, e ele nos enreda em contradições.

√ No caso de vida dupla, temos que descobrir o mais rápido possível qual delas é a falsa.

√ O amor é quando faltam palavras. O desespero é quando sobram palavras.

√ O amor vem por nada. Do nada. De nada.

____________ Daqui: ____________

Romantismo
"Parte dos homens se finge de romântico no início da relação para mostrar vulnerabilidade. Parte das mulheres se finge de anti-romântica para mostrar segurança. Há uma curiosa e estranha troca de papéis. Todos somos românticos para a conquista. O teste para o verdadeiro romântico é depois de dez ou 15 anos de casado, quando ele não abdica da gentileza pela pressa dos costumes. Quando ele, mais do que guardar segredos, cria novos segredos com a mulher. O homem romântico é o que tem uma atitude passional pelos detalhes, pela construção da atmosfera, pelo enredo. O homem romântico não faz uma mulher se sentir amada. Faz o mundo da mulher se sentir amado."

Amor e Paixão
"A paixão é a dependência física, o nervosismo de não saber diferenciar se realmente se quer aquilo ou não se sabe viver sem. Não gosto de uma visão hierárquica dos sentimentos, como se houvesse um plano de carreira para a convivência a dois ­ primeiro amizade, depois paixão e, por fim, amor. Acredito que a paixão não leva ao amor, leva à paixão simplesmente. É um caminho sem volta. Ela descaracteriza, é uma despersonalização. Homens mudam de atitude, mulheres alteram sua forma de se mostrar. A paixão desemboca no anonimato, na mais completa estranheza. O amor é desde o princípio uma escolha, uma confirmação, uma eleição, reforça nossa personalidade. No amor, escolhemos. Na paixão, somos levados. O amor tem uma consciência louca do futuro, de fazer passado com o futuro. A paixão vive fora do tempo. O amor vive no tempo porque deixa rastros. Paixão se esquece, e amor nem enterrando acaba."

Beijo
"O gosto do beijo não é o gosto da boca. O gosto do beijo é o que a boca deseja. Há beijo que é mais boca do que beijo. Um beijo que é mais escova do que esponja, mais pausa do que pouso. Um beijo que não volto. Sei pelo beijo que não volto. Um beijo de quem não chupa. Um beijo de quem não mente. Um beijo de quem realmente não foi beijada mesmo beijando. Não foi sinceramente beijada. Um beijo imitando beijo, simulando o beijo, ensaiando o beijo. E não entenderá porque o beijo foi embora. O beijo é a vontade da perna quando o braço cansa, é a vontade da cintura no pescoço. O beijo de Ana. Um beijo que nunca completa a saudade."

Pra quem tirou a carteira de motorista por telefone:


16.9.07

Presentes!!


A Luisa me mandou, por sedex, estes presentes maravilhosos e uma carta linda! 
(Realmente, Luisa: que delícia receber uma carta escrita à mão, pelo correio!!)
A sensação de ser surpreendida, acarinhada, presenteada é simplesmente indescritível! 
Me senti feliz demais, fiquei encantada!


Tem um pouco de magia nas mãos que criam estes pontos,
e tem muito de generosidade e beleza, em quem presenteia desta forma...

"Obrigada, Luisa!!"

 
Tirei fotos dos presentes e, claro, já saí, para jantar, usando a echarpe!

14.9.07

Cenas de um casamento

Guga e Gisela
Lavras do Sul, 08 de setembro de 2007.





Os padrinhos (alguns)


Os filhos

Os pais


O buquê




O abraço do Donairão:
Guguinha, compenetrado

Amigos (Clique na foto para ampliar)

Muita alegria!

Related Posts with Thumbnails