16.9.17

O Gaúcho


Libertador o meu comando,
a mando de um caudilho. 
Esporas e lanças são puas, 
agruras quando encilho. 
E a minha pátria gaucha, 
me pucha pro meu lombilho.

Ricardo Haas

4.9.17

Nossa "varandinha"

 Oi! Essa foto foi tirada em 04/março/2015, no Galpão de Lata.

 Já morávamos aqui há 6 meses e sentíamos falta de um lugar ao ar livre, com espaço para receber amigos e tomar chimarrão.

 Foi quando decidimos fazer nossa varandinha!

Usamos pallets, toras de eucalipto, tábuas velhas, tudo bem baratinho! E o resultado é esse aí! Quando olho essa foto acho difícil que alguém possa entender como pode ser tão bom um lugar tão simples e pequeninho! Mas é uma delícia! Passamos ótimos momentos na rede, em volta de uma mesa de café da manhã, ouvindo música - ou barulho de passarinho, olhando a paisagem, lagarteando nas tardes frias de sol, namorando nas noites quentes de verão... Quando meus filhos e netos estão aqui, ou a família do Ricardo, ou quando está cheia de amigos queridos, então, é um luxo! Melhor impossível!! Não quero mais nada da vida!! Kkkkk!

Amo muito tudo isso!

31.8.17

29.8.17

Gramado

Nos hospedamos no Bavaria Sport Hotel, com os pais do Ricardo. Gostei muito, tem aquele charme de Gramado, café da manhã delicioso e um jardim encantador...

Noite divertida, com a Turma de Lavras, S.Romeu e D.Petronilha no "No Rasen Deutsch Bar", um lugar pequeno e agradável, com decoração e pratos típicos alemães.
Experimentei Jägermeister: "Uma bebida produzida na Alemanha desde 1935. É o nono destilado mais consumido no mundo e é composto de 56 ervas, frutas e raízes que a tornam uma bebida única, exótica e versátil, podendo ser consumido puro bem gelado, acompanhando sua cerveja ou outra bebida de sua preferência."

 Algumas fotos no hotel.


Passeios no centro e almoço. Além de consultas médicas, com o Ricardo Raymundi e seu colega, traumatologista, Dr. Gustavo. Valeu a pena!

27.8.17

Novo Hamburgo

Passeio e jantar no Outlet, com direito a um chope bem gelado, sábado.

No domingo, delícia de almoço, com gente querida...

19.8.17

Aniversário da D. Petronilha!

Ela veio passar no Galpão, mas tivemos uma surpresa: filhos, netos e cunhados pegaram a estrada e vieram comemorar, conosco! Eu adorei! 
Como não esperávamos, foi tudo meio improvisado, mas, mesmo assim, muito divertido! Até a chuva foi embora e pudemos fazer nosso almoço na varandinha!
De noite, jantar na Telúrica.



Obs: A maioria das fotos foi tirada pela Samantha.

13.8.17

"6 coisas que você deve manter em segredo"

Sabedoria oriental


1. Nunca revele o que você está planejando para o seu futuro
Comentar o que pretende fazer no futuro pode resultar numa grande frustração: desistência. As pessoas podem ser bastante negativas e levar você a desacreditar no seu sonho.
Mantenha segredo entre você e Deus. Quando tudo já estiver bem encaminhado, comemore com quem ama.

2. Não compartilhe com os outros sobre as limitações de seu corpo
Sabe quando você tem dores, cansaço ou enfrenta dificuldades para realizar algumas atividades? Se possível, não compartilhe isso com todo mundo. 
O corpo é algo muito pessoal e você deve aprender a ser forte e conviver com ele sem lamentações.

3. Não se vanglorie de seus atos mais caridosos
Se você ajuda alguém, deve fazer por amor e não para se vangloriar. O ego pode estimular essa atitude horrível, mas fuja ao máximo da arrogância.
Além de se colocar numa situação bem complicada, você também pode deixar outras pessoas constrangidas e humilhadas.

4. Evite se gabar da sua coragem e do seu valor
Quando alguém é digno de admiração, as pessoas reconhecem facilmente, não é preciso você se gabar. 
O máximo que vai conseguir se autopromovendo são críticas e uma imagem nada positiva.

5. Não desperdice seu tempo falando mal dos outros
Quando falamos mal dos outros, estamos revelando muito mais sobre nós do que sobre quem reclamamos. 
Além disso, o ambiente fica pesado e a mente cheia de pensamentos ruins.

6. Não diga todos os problemas que sofre em sua vida pessoal
Há quem sai divulgando, até nas redes sociais, os problemas que vem enfrentando. Lembre-se de que é muito importante se preservar. 
Quando falamos demais, corremos o risco de revelar segredos ou de ficarmos muito vulneráveis diante de quem nos ouve.  

12.8.17

Ai, que lindas!

Concordo que cozinhas planejadas são funcionais e 
aproveitam todo o espaço disponível, 
mas prefiro as inventadas, originais, misturadas, coloridas, aconchegantes!


Fotos do Pinterest.

11.8.17

Para pensar

"De férias, um homem pegou seu carro e rumou para o litoral. No caminho, ele parou em um posto de gasolina onde havia um senhor já velhinho e pediu para que ele completasse o tanque de combustível.

De dentro do carro, ele avistou um cachorro deitado que uivava como se estivesse sentindo uma dor. “Nossa, esse cachorro está gemendo, parece não estar bem... O que ele tem?”, perguntou.

O velhinho deu uma olhada pro bicho e respondeu: “Ele está assim porque está deitado em cima da tábua”. Curioso, o homem continuou: “Só por isso ele está assim? Não entendo...”.

Ah, é que tem um prego na tábua”, respondeu-lhe. Achando isso muito bizarro, o homem questionou: “E por que é que ele simplesmente não sai de cima desse prego?

Com um pequeno sorriso nos lábios, o velhinho respondeu: “Sabe qual é a resposta, senhor? É porque a dor é suficiente apenas para que ele gema e se lamente, mas não é suficiente para que ele saia de cima do prego”...

Que tal pensarmos sobre o que tem nos incomodado e até nos feito reclamar, mas que, na verdade, temos feito bem pouco no intuito de resolver? Que tal sairmos de cima do prego?"

9.8.17

À propósito

Por Tamiris da Rossi

"Sempre que o ano termina, é comum vermos as pessoas fazendo promessas e planos para o ano que virá. Como não sou muito dada a certas formalidades, gosto de fazer o ano novo sempre em uma data que tem um significado especial para mim, meu aniversário. É como se com ele eu tivesse um ano novo exclusivo, só meu. Pode soar um pouco egoísta eu sei, mas o coração transborda ao saber que dos 365 (ou 366) dias do ano, eu  (e todos) tenho um dia que é só meu.

Um dia para celebrar a vida, o respirar, o estar aqui e agora, a família, os amigos, as conquistas, um dia para sonhar e fazer planos, soprar a velinha e fazer um pedido.Mas também um  dia para encerrar ciclos, deixar uma parte da estrada para trás e seguir por um caminho novo e desconhecido. Não é que o que tenha sido deixado para trás é ruim, é que apenas não serve mais.

A vida nos ensina isso de uma forma tão natural que, às vezes, não nos damos conta e aí ao invés de calças curtas e sapatos apertados temos olhos que choram e corações despedaçados.

Acredito que se aprendêssemos a renovar nossa vida, como as mães que precisam com frequência renovar o guarda-roupas dos pequenos, ela, talvez, tornaria-se mais leve e sadia.

Há um ditado que diz: se quiser manter arrumada sua vida, mantenha arrumado seu guarda-roupas.

Eu não sei como você faz isso, mas no meu acontece assim:

– Sempre que uma peça entra, duas precisam sair – Sim, a conta é esta mesmo, uma entra, duas saem, e isso é proposital: Deixar um espaço vazio garante que volta e meia a vida possa nos presentear e teremos um espaço para acomodar o presente recebido.

– Quando é inverno as roupas de inverno ficam mais à mostra, quando é verão ficam as de verão. Isso quer dizer que todas as pessoas e coisas (trabalho, bens etc) que temos em nossa vida são importantes e precisamos delas, mas durante um período algumas têm prioridade, depois são outras e assim vai, sendo este um ciclo sem fim.

– Também é preciso, volta e meia, olhar para tudo que há no guarda-roupas e ver que, embora algumas peças que estejam ali sejam lindas e maravilhosas, elas já não combinam mais com você. Talvez porque você tenha ficado mais velho, talvez porque seu corpo mudou, ou talvez porque simplesmente já não encaixa mais. Então esse é o momento de decidir o que fazer com essas peças: Algumas serão carinhosamente retiradas do guarda-roupas e passadas adiante, elas foram boas naquele momento, mas precisam seguir. Outras vão nos deixar em dúvida e vão ficar no cantinho do pensamento. Outras, no entanto, embora já não sirvam e nem tenham nenhuma utilidade jamais irão embora, pois têm imenso valor sentimental (Nesta categoria, lembro com todo amor da roupa que utilizei no dia do meu batismo). O mesmo vale para as pessoas, estudos e trabalho.

– As peças são separadas por cores, tipos e frequência de uso. Tem as de uso diário, as para eventos, e aquelas que estão sempre ali. Da mesma forma são as pessoas em nossas vidas, com algumas convivemos todos os dias, com outras apenas nos fins de semana, outras a gente vê só uma vez por ano, mas nenhuma delas é mais ou menos que a outra, são apenas diferentes.

Bom, eu não sei que dia é seu aniversário, nem como seu guarda-roupas está organizado, mas talvez hoje, seja dia de faxina mental. Dia de reorganizar, de tirar coisas velhas e deixar espaço para o novo em nossos corações, dia de encerrar ciclos, deixa para trás o que ficou para trás e levar adiante só o essencial.

Não precisa esperar uma data específica, hoje é o dia perfeito para recomeçar! Que tal começar pelo seu guarda-roupas?"




"Dia de reorganizar, de tirar coisas velhas e
 deixar espaço para o novo em nossos corações, 
dia de encerrar ciclos, deixar para trás o que ficou para trás e
 levar adiante só o essencial."

Comemoração


Churrasquinho na lareira, feito pelo Ricardo, na casa do Donairão. 
Tri bom!

Meu aniversário






"Sou feliz e agradeço Por tudo que Deus me deu!" 

8.8.17


"Felicidade é coisa simples que se esconde em meio a rotina
e só é encontrada por aqueles que têm um olhar atento em meio as delicadezas da vida."

  Marcelle Melo

5.8.17

8º Aniversário do Henrique!

"Hoje é dia de agradecer por mais um ano de vida do Henrique! De agradecer também pela família um tanto "diferentona" que temos, mas onde prevalece o respeito, amor e o cuidado acima de tudo. Hoje ele reuniu alguns amigos que gostam de jogar futebol e passou horas fazendo uma das coisas que ele mais gosta no auge destes oito anos de vida: jogar bola com os amigos, rodeado pela família! Teve também um bom churrasco assado pelo vô Antônio, com a assessoria da Lu e do Léo, que também ajudaram a vó Ana na decoração. Parabéns meu filho, que continues esse guri maravilhoso e especial, cheio de saúde!" (Lídia)

Hora do "Parabéns"! 

 Algumas presenças.

 Alguns momentos!

 Timaço!

Brasil de Pelotas / Xavante

1.8.17

Agosto

"Lembro-me bem. Foi quando julho se foi, que um vento mais gelado, mais destemperado, que arrastava ainda folhas deixadas pelo outono, me disse algumas verdades. Convenceu-me de que o céu começaria a apresentar metamorfoses avermelhadas. Que a poeira levantada por ele daria lições de que as coisas nem sempre ficam no mesmo lugar e que é preciso aceitar que a poeira só assenta depois que os redemoinhos se vão.
Foi quando julho se foi que a minha solidão me convidou para uma conversa. E me contou de tempo de esperas. E me disse que o barulho das árvores tinha algo a dizer sobre aceitação. E eu fiquei pensando como elas, as árvores, aceitam as estações que, se as estremecem, também lhes florescem os galhos. Mas tudo a seu tempo. Foi em agosto que descobri que os cachorros loucos são, na verdade, os uivos que não lançamos ao vento. São nossos estremecimentos particulares que a nossa rigidez de certezas não nos permite encarar.
O mês de agosto tem muito a ensinar. Porque agosto é mês jardineiro, é dentro dele, berço do inverno, que as sementes dormem. Aguardam seu tempo de brotar. Agosto é guardador da boa-nova, preparador de flores. Agosto é quando Deus deixa a natureza traduzir visivelmente o tempo das mutações.
Mude, diz agosto, em seu recado de sementes. Aceite, diz agosto, com seu jeito frio de vento que levanta poeira e a faz avermelhar o céu. Compartilhe, diz agosto. Agasalhos, sopas quentinhas, cafés com chocolate, abraços mais apertados – eles também aquecem a alma e aninham o corpo. Distribua mais afetos, que inverno é acolhimento, é tempo de preparar setembro. E, de setembro, todos sabemos o que esperar. Esperamos a arrebentação das cores, que com seus mais variados nomes vêm em forma de flores.
Vamos apreciar agosto, recebê-lo com o espanto feliz de quem não desafia ventos. Que ele desarrume e espalhe suas folhas e levante suas poeiras.
Aceite as esperas, mas coloque floreiras na janela.
Só quem vive bem os agostos é merecedor da primavera!"

Miryan Lucy de Rezende

30.7.17

Alice e Helena - 1º aniversário!

As gêmeas mais lindas e amadas completaram seu 1º aninho!
Muito bom poder comemorar com elas!
Henrique e Elisa curtiram muito!
Lavras do Sul, 30/julho/2017.

26.7.17

Anavó

"Ser avó é um luxo, uma delicadeza da vida, um brinde de doçura. 
Tempo, tempo, tempo, és um senhor tão bonito."


Li, em algum lugar, que vivemos três infâncias; a nossa, a de nossos filhos e a de nossos netos. Deve ser por isso que é tão bom ter sido mãe e, na maturidade, ser avó! Amor multiplicado! 
Lembrei de uma música que eu adoro, dos Tribalistas: "Velha Infância". Tem tudo a ver com o que sinto pelos meus amores.

     Você é assim
     Um sonho pra mim
     E quando eu não te vejo

     Eu penso em você

     Desde o amanhecer
     Até quando eu me deito

     Eu gosto de você

     E gosto de ficar com você
     Meu riso é tão feliz contigo
     O meu melhor amigo é o meu amor

     
E a gente canta
E a gente dança
E a gente não se cansa

De ser criança
Da gente brincar
Da nossa velha infância

Seus olhos, meu clarão
Me guiam dentro da escuridão
Seus pés me abrem o caminho
Eu sigo e nunca me sinto só

25.7.17

Inês Schertel


"Sou Formada em arquitetura pela UFRGS, e sempre estive envolvida com artes plasticas, em atividades de aquarela, litogravura, desenho, artes gráficas, cenarios e direção de arte. 
Gosto de me relacionar com varios processos criativos. 
No rebanho de ovelhas do meu marido Neco Schertel em São Francisco de Paula, RS, 
vi uma enorme potencialidade na lã das ovelhas que são anualmente tosquiadas."

A simplicidade que encanta...



Imagens Pinterest
Related Posts with Thumbnails