21.10.09

A-pai-xo-na-da!


A sensação de plenitude e de felicidade de segurar um neto no colo,
só se descobre quando se segura um neto no colo!
É assim... um mistério e uma delícia!


Não adianta tentar explicar...
A mídia, as novelas, a literatura estão focadas na beleza da juventude e em tudo o que isto compreende: vitalidade, frescor, capacidade física em sua plenitude, expectativa de um futuro pela frente!

Mas a vida tem um curso mágico. A cada etapa vamos sendo recompensados com descobertas que jamais poderíamos imaginar no auge dos nossos 18 anos, por exemplo.

Algumas coisas permanecem intactas, a despeito das rugas e dos cabelos brancos: a nossa capacidade de sonhar, de nos apaixonarmos, de sentirmos prazer, encantamento, entusiasmo. Outras vamos adquirindo: a paciência, a calma, o entendimento, a fé, a capacidade de entender a vida e aceitar seus mistérios, porque são justamente eles que dão sentido a tudo.

Agora eu sei que o melhor da vida é a certeza de que sempre teremos o que aprender.

7 comentários:

♥ ♥ ♥Chica disse...

Está cada dia mais lindo esse menino!!!
Imagino este sentimento... apaixonante!!!!!
Parabéns pelas sábias palavras!!!!
Bjossss

Heloísa disse...

Ana,
Segurar um neto no colo, é mesmo uma sensação indescritível.
E você tem razão: enquanto vivemos estamos aprendendo. Ou será o contrário?
beijo.

Beth/Lilás disse...

Ana, pára de mostrar esta coisa fofa, senão vou aí para dar um apertãozinho nas bochechinhas dele.
Como está fofinho e grande!
bjs cariocas

cíntia disse...

oi ana!!!
ele está muiiiito lindão mesmo!!
e compartilho a tua idéia. estamos aqui para ir sempre aprendendo mais e mais!!
beijocas

Blog do Beagle disse...

Ana, eu não tenho filhos e nem netos, mas tenho sobrinhos e sobrinhos netos. A sensação de segurar um sobrinho neto no colo é deliciosa. Acompanhar a continuidade do nosso sangue é inexplicável. Seu netinho está muito lindo e por favor, dê uma bjkª cheia de carinho naquela bochecha, em meu nome. Para vc, muitas bjkªs. Elza

Lúcia Soares disse...

Sei bem desse sentimento, Ana.
Plenitude total. Ontem o sogro da minha flha me disse: "Pra que servem as avós, senão pra isso?" , de brincadeira (mas com um fundo de verdade) quando eu disse que minha filha teve muita sorte das avós estarem disponíveis pra olhar os gêmeos enquanto eles viajam com o mais velho. Penso que podemos ajudar, sim, pois nosso amor por eles "exige" isso.
Crianças em nossa vida sempre nos ensinam, mais do que ensinamos a elas...Bj

Rosamaria disse...

Lembra o que eu dizia? É isso aí...não tem explicação.

Ainda vou cheirar esse gogó!

Bjim procês.

Related Posts with Thumbnails