26.11.09

Planos...

.


"Definitivamente Natal e calor não combinam"! Quem disse isso foi a Beth Lilás, mas eu concordo plenamente!
Fazer o quê? Adoraria ir para uma praia tranquila, simplificar tudo e apenas ficar perto de quem amo.
Sem filas, sem trânsito caótico, sem calor de 40º, sem compras de última hora, sem stress...
Mas é tradição nos reunirmos, lá em Lavras, e sempre foi muito bom. Só que agora, as ausências acabam pesando muito e o esforço para parecer que está tudo bem é imenso...
Mas temos muito motivos para manter a tradição, então, que seja assim! Fazer tudo do melhor jeito possível. Pelos nossos filhos, pelo meus pais, pelo espírito de Natal...
Além disso, se decidisse passar em outro lugar, provavelmente me sentiria mais triste, sem a presença de quem amo tanto. Juntos ainda somos uma família que se sente feliz em compartilhar a vida, mesmo que ela possa ser muito triste em alguns momentos.

10 comentários:

Beth/Lilás disse...

Ana,
O que vc falou lá no blog e aqui:

"onde as ausências acabam pesando muito e o esforço para parecer que está tudo bem é imenso...
Então, vamos lá! Fazer tudo do melhor jeito possível. Pelos nossos filhos, pelo meus pais..."

Tenho que admitir que tocou muito meu coração, pois meu filho está pedidno muito para eu re-editar aqueles natais que fazia quando morava em Petrópolis, mas como ando cansada, mais velha e sem muito ânimo, não estava muito a fim, mas depois do que vc colocou vou repensar o pedido dele.
Mas, juro, gostaria imensamente de estar numa praia bem gostosa ou num país mais frio e tranquilo neste momento.

Então tá! Vamo lá!

bjs cariocas

Ana disse...

Beth Querida!
Foi lendo teu post que fiquei remoendo meus sentimentos com relação ao Natal...
Acho que, da mesma forma que nossos pais e avós faziam e nos alegravam tanto, quando éramos crianças, agora é a nossa vez!
É o tal "espírito de Natal" que deve prevalecer, apesar dos pesares!
Há muito de bom nessas datas, então vamos fazer a nossa parte!
Grande beijo!
Obrigada!

Flávia Fayet disse...

Então é Natal... Detesto, recém comentei lá na Beth tb... Agora ainda faço um esforço pra "aturar" por causa do Bernardo, mas mesmo assim é difícil! Vc tem o Henrique esse ano e nos demais pra completar tua felicidade! Beijosss

Blog do Beagle disse...

Ana, eu detesto o Natal e a passagem de ano. Para mim, festas sem sentido. Deixei minha fé faz tempo e não vejo porque comprar presentes para pessoas que não me dizem nada e nada acrescentam na minha vida pode ser divertido. Eu gostava do Natal quando tinha meus Pais e todos nos reuniamos em volta da mesa para ficarmos juntos, como sempre o fizeramos o ano inteiro. Presentes eram pequenas lembranças apenas para agradar ao outro. Vicê tem seus Pais, seus filhos e o Henrique, de modo que tem o que comemorar. Chore a tristeza da perda e agradeça por ter sido agora. Gosto docê, gaucha. Fique bem. Bjkª. Elza

Ana disse...

Flávia!
Estas coisas que envolvem sentimentos, convívio, família, tem que ser vividas com verdade.
Faz o que teu coração mandar e não o que esperam de ti.
Teu filho quer a tua presença e o teu sorriso e isso ele tem 365 dias por ano, portanto... sem culpas!
Beijo grande!

Ana disse...

Elzinha!
Desde que meu irmão faleceu minha família tem que conviver com a saudade. Não tem jeito. Nunca vai ser diferente.
Nestas datas parece que tudo fica mais visível, mais dolorido e vai ser sempre assim. É a nossa verdade. A nossa história.
O resto a gente administra, do melhor jeito que sabe.
Ainda bem que sempre temos motivos para nos alegrar e isso também é verdadeiro.

Também gosto muito de ti e esse sentimento de amizade e de carinho, como todos os que conquistamos, no decorrer da nossa vida, trazem leveza e alegria! Ainda bem!

Beijo enorme!

Mauro S disse...

Para mim, Natal combina com calor, com esta época do ano no Brasil, fosse noutros países, neve, frio, tudo bem, mas no BR, Natal, praia, verão, vida (e na época escolar, há alguns anos atrás, férias também), sempre será assim, a não ser que o homem que tudo pode e destrói, mude isto.
E o Natal, nascimento de Jesus, vem chegando, beijos, Mauro

Ana disse...

Mauro!
Reveillon, sim, combina!
Pés descalços, areia, champanhe...
Heheheh!

Beijo!

JAMES PIZARRO disse...

a)- Vamos dar um guizado de segunda caprichado pros cães errantes que vagueiam famintos pela praia.
b)- Vamos convidar um mendigo de rua para comer conosco numa mesa de restaurante para espanto dos outros clientes.
c)- Vamos à missa de noite rezar pelos três filhos e cinco netos que estão longe e, também agradecer pela saúde sem nada pedir para Deus (Ele sabe do que precisamos, se não ganhamos é porque ainda não merecemos).
d)- Vamos ver um bom filme de motivações natalinas e depois vamos dormir abraçados ouvindo o barulho das ondas.

Beijo

James Pizarro

Rosamaria disse...

Eu até nem gosto de falar em Natal, fim de ano, porque eles são tão diferentes agora.

Bjim.

Related Posts with Thumbnails